Governo do Estado

Governo do Estado

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Avisa lá!


Alguém mais beijaria o Luan Santana?

MP pede que prefeitura de Imperatriz regularize pagamentos a clínicas de hemodiálise


O Ministério Público do Maranhão (MPMA) encaminhou, nesta quinta-feira, 22, uma Recomendação ao prefeito de Imperatriz, Francisco de Assis Andrade Ramos, e ao secretário municipal de Saúde, Alair Firmiano, solicitando a regularização, em cinco dias, dos pagamentos às clínicas de Doenças Renais (CDR) e de Nefrologia de Imperatriz (CNI), que atendem pacientes de hemodiálise (Terapia Renal Substitutiva) do SUS.

O nefrologista Paulo Sérgio Zittlau (CNI) e Andrinea Fonseca da Silva (CDR), representantes das clínicas, relataram que, apesar dos repasses do Ministério de Saúde ao Município estarem regulares, os pagamentos referentes aos meses de abril e maio deste ano aos dois estabelecimentos de saúde estão em atraso.

Formulada pelo titular da 5ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Saúde de Imperatriz, Newton de Barros Bello Neto, a Recomendação 063/2017 também pede a realização dos pagamentos até o quinto dia útil após o recebimento dos recursos do Ministério da Saúde, como estabelece a Portaria 2167/2013 MS.

“Permitir a paralisação dos serviços de hemodiálise aos pacientes do SUS, no Município em Imperatriz, consiste em desrespeito ao princípio da dignidade da pessoa humana”, afirma o representante do MPMA, no documento.

Outro pedido é a regularização dos contratos firmados entre o Município e as duas clínicas. De acordo com os representantes da CNI e da CDR, a Prefeitura não regularizou a situação dos contratos a serem celebrados com as empresas, apesar de todos os documentos solicitados já terem sido entregues.

Também devem ser informadas ao MPMA, em 10 dias, as medidas tomadas para atender as solicitações, com a devida comprovação.

Em caso de descumprimento, o MPMA tomará as medidas judiciais cabíveis para responsabilizar o prefeito por ato de improbidade administrativa.

(CCOM-MPMA)

Bela motorista que brigou com outra colega é demitida da Taguatur

Não teve jeito. A motorista Rayana (foto abaixo), aquela que quase vai aos tapas na avenida Jerônimo de Albuquerque, com a colega Elisabeth, que dirige um ônibus da Ratrans, foi demitida do emprego pelos dirigentes da Taguatur. Na rede social, ela esculhamba a outra e lamenta o fato de sair do “trampo”. Confira
Já a motorista Elizabeth, que permaneceu no emprego, já foi garota propaganda da RATRANS em Imperatriz. Dizem que por detrás da briga tem motivos passionais. Confira a propaganda:

Para que, os munícipes de João Lisboa elegeram os atuais vereadores de João lisboa, se os mesmos se mostram cegos de bengalas


Imagem meramente ilustrativa
Se ao menos os vereadores da Gameleira, tivessem mudado para os cães-guias, a população estaria bem melhor servida, porém, os vereadores tem se mostrados cegos mesmos e sendo guiados pelas suas respectivas bengalas, que todas estão microchipadas e quem os guia é o próprio prefeito Jairo Madeira (PSDB)

Arquivado: os 7 bilhões de seres humanos, sabiam que o Senador João Alberto ia arquivar o processo no Conselho de Ética contra o Senador Aécio Neves

O presidente do Conselho de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB), arquivou hoje (23) o pedido de cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG) apresentado pelo PSOL e pela Rede Sustentabilidade.

Vereador Zesiel faz indicação para garantir direito constitucional




Nossa indicação para implantação de acompanhamento pedagógico no Hospital Municipal Infantil foi aprovada hoje por unanimidade.

Além de garantir o direito constitucional do acesso à educação, temos o dever de assegurar a aprendizagem de nossas crianças.

Acredito que a presença de livros infantis, contadores de histórias e pedagogos no ‘Socorrinho’ vai facilitar a vivência dos pequenos pacientes no ambiente hospitalar durante o período de internação. Além de acelerar a recuperação, esse tipo de atendimento permite às crianças em idade escolar prosseguirem nos estudos.

http://omaiordomundobr.blogspot.com.br/2017/03/governo-do-maranhao-bolsa-escola.html