sábado, 15 de junho de 2019

Neymar diz à polícia que usou preservativo com Najila, deu tapas a pedido dela, e que modelo posou para fotos das nádegas

O jogador Neymar deixou a 6ª Delegacia de Defesa da Mulher na Zona Sul de São Paulo, na noite desta quinta-feira (13), depois de depor por três horas sobre o caso em que é acusado de estuprar e agredir a modelo Najila Trindade Mendes de Souza e afirmou que “a verdade aparece cedo ou tarde”.
“A verdade aparece cedo ou tarde. O único desejo que eu tenho agora é que esse caso acabe mais rápido possível”, disse. Neymar depôs para a delegada Juliana Bussacos das 15h40 às 18h36.
A delegada mostrou para Neymar as conclusões do laudo de exame de corpo de delito indireto feito pelo IML a partir do relatório médico particular que Najila entregou à polícia. O laudo não atestou se houve ou não estupro mas indicou as lesões no corpo de Najila são compatíveis com a data da viagem dela a Paris.
O Jornal Nacional apurou que durante o depoimento Neymar negou ter feito sexo sem o consentimento de Najila. Confirmou que deu tapas na mulher a pedido dela. E que Najila ainda posou para a fotografia que o jogador fez das nádegas dela e postou nas redes sociais para mostrar que não houve agressão.
Neymar confirmou que tinha bebido no dia do 1º encontro, mas apenas 1 dose, pois tinha acabado de sair de um treino. Disse que Najila dizia que o amava e queria casar com ele. Neste momento, comentou com as delegadas: “Como ela pode me amar se nem me conhecia direito?”.
Disse que fez sexo com Najila com preservativo e que depois jogou a camisinha no vaso sanitário. Chegou a dizer que é atleta e não poderia se expor.
Neymar disse que, no segundo encontro, pretendia levar Najila a uma balada. Mas ela começou a agredi-lo e ele então foi embora. Alegou que em momento nenhum ela disse ter sido estuprada, que ela dizia que tinha ficado sozinha e que ela não era mulher de ficar sozinha.
No final, quando o depoimento terminou, Neymar se emocionou a falar sobre o que está passando. Disse que é o pior acontecimento de sua vida, que nenhuma lesão se compara a isso. Falou que tem uma irmã, mãe e um filho de 7 anos, que não pode ir à escola porque os amigos dizem que ele é filho de um estuprador.
Ao sair, o jogador avisou aos jornalistas que seria breve e agradeceu aos torcedores que o apoiaram. “Vou ser breve hein. Só agradecer ao apoio e carinho de todo mundo que está me mandando as mensagens. Todas as mensagens que recebi até hoje. Estou muito tranquilo”, afirmou.

Deputado Wellington do Curso vistoria o Socorrão de Imperatriz e constata o caos

Reprodução/deputado Wellington do Curso com amigos da Terra do Frei
Realizei visita ao Hospital Municipal de Imperatriz e constatei a real situação de precariedade do local. Entre as principais reclamações dos pacientes que sofrem com a demora no atendimento, há a falta de medicamentos e a superlotação, comprovada em corredores lotados. Além disso, há um grande número de pessoas que aguardam, há meses, para realizar uma cirurgia.


Das redes sociais do deputado Wellington do Curso

CPI da Saúde e outras que poderão vim ainda, podem sim cassar o prefeito Assis Ramos?


Reprodução/prefeito Assis Ramos 
Se o relatório final da CPI da Saúde for contundente e com provas dos inúmeros depoimentos, que com certeza terá, o prefeito Assis Ramos (DEM) poderá se complicar, caso ela obtenha provas da culpa do prefeito - Quem afirma isto, é um dos vereadores da oposição, que conseguiram (sete) implantar a CPI. 

Segundo este mesmo vereador, eles (os sete), irão instaurar várias outras CPIs, e isto, ficará insustentável para o prefeito Assis Ramos, que irá se desgastar muito perante a opinião pública imperatrizense. 

Após o término de todas as investigações, o nobre edil, relatou ao blog que: caso o Governo Municipal tenha culpa de fato e de direito, poderá enviar um relatório ao Tribunal de Contas da União com todas as irregularidades caso as encontre durante o decorrer da CPI. 

O Parlamentar Mirim, também me afirmou que também poderá enviar um relatório a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Imperatriz, caso tenha provas de desvios de conduta do prefeito Assis Ramos para uma possível cassação ; afirmou o nobre edil, que não divulgarei o nome do mesmo, por questão de ética e para preservar o mesmo. 

Eu acredito, que tudo será esclarecido, o porque da saúde na cidade de Imperatriz está tão caótica a muitos tempo, e quem não tem culpa são os nossos munícipes, pois eles pagam os seus impostos em dia, só que a muito tempo, não temos uma saúde de qualidade. 

O prefeito Assis Ramos, já disse em várias entrevistas nos últimos dias nos meios de comunicações da cidade de Imperatriz, que tem a consciência tranquila e não teme a CPI da Saúde. 

Sendo assim, o que podemos aguardar, é pelo o relatório final da mesma, ou das outras, já que os vereadores da oposição, insinuam que irão instalar outras CPIs.

Obra de Paulo Freire é eterna, diz Flávio Dino durante homenagem ao educador

A homenagem reconhece Paulo Freire como um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia
O governador Flávio Dino entregou nesta quinta-feira (13) a condecoração máxima do Maranhão à viúva do professor doutor Paulo Freire, em cerimônia no Palácio Henrique de La Roque, em São Luís. O evento marcou a concessão da medalha do Mérito Timbira (in memoriam), grau Grã-Cruz, ao educador.
A medalha foi recebida por Ana Maria Freire, viúva do professor. “Eu me sinto profundamente contente e alegre. Flávio Dino reconhece a importância de Paulo para a educação, a filosofia, as ciências humanas, as ciências exatas. Hoje, há trabalhos de Paulo em todos os campos do conhecimento baseados na literatura dele”, afirmou Ana Maria
Ela destacou que Freire sempre buscou a igualdade social. “Sempre buscou defender os oprimidos e sempre buscou a democracia. Ele teve várias táticas para chegar ao sonho maior, que é e democracia brasileira”.
Flávio Dino afirmou que “Paulo Freire é uma referência do pensamento brasileiro, não só da área da pedagogia e da educação, mas em outras áreas do conhecimento. Um homem que dedicou a sua vida a servir à causa da justiça, do combate à desigualdade, da esperança, um nordestino como nós”.
“Ele merece essas homenagens de todo o povo brasileiro, como recebeu em vida dezenas de títulos doutor honoris causa em universidades do mundo inteiro. Recebe hoje essa homenagem do Governo do Maranhão em razão dessa trajetória honrada. E sobretudo em reconhecimento à força, à sobrevivência e à eternidade de sua obra, que inspira gerações e gerações de educadores; e tenho certeza que continuará a inspirar”, acrescentou.

“Se atitude significa ser subserviente, não é realmente o nosso caso”, responde Flávio Dino a João Dória


O governador continuou afirmando que mantém a mesma conduta desde sempre: “diálogo com todos, mas sem abrir mão de princípios.”
O governador Flávio Dino (PCdoB) respondeu as provocações do governador de São Paulo, João Dória (PSDB), que afirmou, em matéria publicada pela Folha de S. Paulo, que faltou aos governadores do Nordeste “atitude” e “voz de comando” para mobilizar deputados da região para que estados e municípios fossem incluídos no relatório da Reforma.
“Governador Doria, na Folha, diz que falta ’atitude’ aos governadores do Nordeste. Se atitude significa ser subserviente, não é realmente o nosso caso. Nossa atitude tem evitado graves retrocessos, em temas como BPC, aposentadoria rural, capitalização, desconstitucionalização. Claro que respeitamos as ’atitudes’ do governador de São Paulo. São escolhas ideológicas e ele que responda por elas. Mas certamente ele não tem o direito de reclamar idênticas “atitudes” de quem deseja preservar direitos sociais dos mais pobres”, escreveu Flávio Dino.
O governador continuou afirmando que mantém a mesma conduta desde sempre: “diálogo com todos, mas sem abrir mão de princípios. Princípios estes que são diferentes dos adotados pelo governador Doria. Diferenças normais em um regime democrático, e por isso têm todo meu respeito”, concluiu.

Othelino Neto e Ana Paula Lobato dão as boas-vindas ao público no “Arraiá do Povo”

O presidente deu a largada para a festança agradecendo a presença do numeroso público e ressaltando o brilho do arraial, em sua segunda edição
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, e a presidente do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), Ana Paula Lobato, abriram oficialmente a programação junina no ‘Arraiá do Povo’, na noite de sexta-feira (14). A estrutura está montada no estacionamento da Assembleia, ao lado do Complexo de Comunicação. O evento prossegue até domingo (16).

O presidente deu a largada para a festança agradecendo a presença do numeroso público e ressaltando o brilho do arraial, em sua segunda edição. “Estamos muito felizes em inaugurar o ‘Arraiá do Povo’ e vejo que já está lotado, logo na primeira noite, o que muito nos deixa felizes, pois é uma forma de prestigiarmos a nossa cultura popular. Este é um espaço para a confraternização entre os servidores e a comunidade, e assim será até domingo. Convidamos a todos para virem para cá, desfrutar desse arraial alegre, seguro e com uma diversificada programação”, disse.

Ana Paula Lobato ressaltou o empenho do Gedema em promover a festa novamente, com o mesmo carinho imprimido ano passado. “O Gedema não poderia ficar de fora dessa festa e é por isso que estamos realizando sua segunda edição. Hoje, é apenas o começo, pois ainda temos duas noites pela frente. É uma festança muito bonita e estamos aqui aguardando a todos aqueles que gostam do São João do Maranhão”.

Bolsonaro ameaça publicamente demitir presidente do BNDES

Antes mesmo da crítica de Bolsonaro, o presidente do BNDES já estava enfrentava desgaste dentro da própria equipe econômica Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
O presidente Jair Bolsonaro deu uma bronca pública no presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Joaquim Levy e ameaçou demiti-lo na próxima segunda-feira, 17, caso ele não suspenda a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor de mercado de capitais do banco de fomento.

Levy nomeou Marcos Pinto para função no BNDES. Já estou por aqui com o Levy”, disse o presidente neste sábado, 15. “Falei para ele: demite esse cara (Pinto) na segunda ou eu demito você (Levy) sem passar pelo Paulo Guedes (ministro da Economia)”, afirmou o presidente.

Sem ser questionado, Bolsonaro deu a declaração ao sair do Palácio do Alvorada, residência oficial da Presidência, em direção à base militar. Ele viaja na tarde deste sábado para Santa Maria (RS), onde participa de uma cerimônia militar à noite.

“Governo tem que ser assim: quando coloca gente suspeita em cargos importantes e essa pessoa, como Levy, já vem há algum tempo não sendo leal àquilo que foi combinado e àquilo que ele conhece a meu respeito, ele (Levy) está com a cabeça a prêmio há algum tempo”, continuou o presidente.

Ao ser questionado por uma jornalista se estava demitindo publicamente o presidente do BNDES, Bolsonaro negou. “Você tem problema de audição?”, questionou para repórter. 

http://omaiordomundobr.blogspot.com.br/2017/03/governo-do-maranhao-bolsa-escola.html